DAPLE

Diploma Avançado de Português Língua Estrangeira 
DAPLE

O DAPLE corresponde ao nível C1 do Quadro Europeu Comum de Referência para as Línguas, do Conselho da Europa.
O DAPLE reconhece um nível avançado de conhecimento do português.
Os utilizadores da língua devem ser capazes de produzir e de reconhecer, nos textos orais e escritos previstos para este nível, as estruturas léxico-sintáticas e sintático-semânticas da língua com confiança e à-vontade, de forma criativa e flexível. Estão conscientes da relação intrínseca da língua com a cultura, nomeadamente através de formas idiomáticas relativas à caracterização de pessoas e acontecimentos/situações, etc., formas de tratamento, atos de fala culturalmente marcados, e da necessidade de comunicar de forma culturalmente aceite. São capazes de usar a língua de forma criativa e flexível, interagindo adequadamente em situações previsíveis e imprevisíveis.
Este nível permite que os utilizadores possam trabalhar em contextos em que o português é língua de comunicação ou noutros em que o português é apenas língua de trabalho, e frequentar cursos académicos.

Compreensão da Leitura

Em situações de comunicação do quotidiano, os utilizadores do português são capazes de:

  • compreender a maior parte dos textos próprios deste tipo de situações;
  • compreender artigos da imprensa;
  • compreender qualquer tipo de texto que não requeira um conhecimento especializado da língua, como, por exemplo, termos legais, podendo haver alguma dificuldade em questões mais complexas ou que requeiram um conhecimento de áreas linguístico-culturais, referentes à história social e cultural de uma comunidade ou de uma época.

Em situações de comunicação relativas ao trabalho, os utilizadores do português são capazes de:

  • compreender cartas, instruções, artigos e relatórios, desde que os assuntos sejam da sua área profissional e não abordem conceptualização complexa ou uso de vocabulário imprevisível.

Em situações de comunicação relativas ao estudo, os utilizadores do português são capazes de:

  • compreender textos da sua área de estudo, podendo haver problemas, caso exista uma linguagem muito abstrata/metafórica e alusões culturais constantes que, pela sua frequência, impeçam o utilizador de ultrapassar as dificuldades que encontra.

Formato da Componente:

Compreensão global e detalhada de textos. São usados itens de escolha múltipla, correspondência múltipla e completamento.

Duração: 90 min

Produção e Interação Escritas

Em situações de comunicação do quotidiano, os utilizadores do português são capazes de escrever a maior parte dos textos necessários a estas situações.
Em situações de comunicação relativas ao trabalho, os utilizadores do português são capazes de:

  • produzir textos reativos a pedidos de produtos/serviços, podendo ainda precisar de ajuda;
  • escrever um texto ditado e de tomar notas, desde que os textos não versem questões complexas ou abstratas completamente desconhecidas;
  • escrever cartas de muitos tipos, como, por exemplo, pedidos de informação, apresentação de queixas, candidaturas, etc.

Em situações de comunicação relativas ao estudo, os utilizadores do português são capazes de:

  • tomar notas numa aula/conferência/seminário, que poderão ser úteis em posterior produção de texto;
  • tirar notas de fontes de informação escritas e escrever composições ou textos mais longos de índole académica, embora possam ocorrer ainda erros sintáticos e/ou lexicais ou ainda de inadequação de registo;
  • fazer um relatório de uma investigação, podendo haver erros ocasionais.

Formato da Componente:

Parte I: Produção de um texto para resolução de uma tarefa do domínio público, profissional ou educativo.
Parte II: Produção de um ou mais textos com uma extensão de 200-230 palavras a partir de tópicos ou de um conjunto de textos.

Parte III: Reescrita de frases. 

Duração: 90m

Compreensão do Oral

Em situações de comunicação do quotidiano, os utilizadores do português são capazes de:

  • compreender conversas/discussões informais, sobre temáticas de natureza não previsível;
  • compreender a maior parte dos textos televisivos e radiofónicos, nomeadamente debates, entrevistas, programas de entretenimento, da atualidade sociopolítica, cultural e económica e eventualmente relativos a um universo de referência abstrato, quando previsível, podendo não compreender questões complexas/minúcias relativos à história social e cultural de uma comunidade ou de uma época;
  • compreender filmes e peças de teatro, podendo ainda ter dificuldades devido ao ritmo de elocução, à pronúncia, ao léxico e às referências socioculturais.

Em situações de comunicação relativas ao estudo e ao trabalho, os utilizadores do português são capazes de:

  • compreender o conteúdo informativo de um seminário/conferência/aula/reunião de trabalho, embora, em presença de pronúncias menos padronizadas, alusões culturais, piadas, questões desconhecidas ou muito complexas, seja possível haver dificuldades.

Formato da Componente:

Compreensão de um textos com formatos e de contextos diversificados. São usados itens de escolha múltipla.

Duração: 40m

Produção e Interação Orais

Em situações de comunicação do quotidiano, os utilizadores do português são capazes de:

  • interagir, com à-vontade e eficácia, em trocas comunicativas informais, sobre qualquer temática, podendo expressar-se num registo afetivo e humorístico, de acordo com a situação, com o ritmo de elocução e expressão adequados aos textos a produzir. Caso se confrontem com lacunas, estas são ultrapassadas facilmente com recurso a estratégias de compensação;
  • se aperceberem de nuances e subentendidos, podendo haver dificuldades em questões marcadamente culturais ou produzidas em linguagem com alusões culturais e idiomatismos ou com ritmos de elocução e pronúncias menos padronizadas.

Em situações de comunicação relativas ao trabalho, os utilizadores do português são capazes de:

  • apresentar um problema/respetiva resolução de forma convincente e levantar questões, para além da área imediata de responsabilidade ou de especialização;
  • participar eficazmente em seminários/encontros da sua área de trabalho e de fazer uma apresentação/demonstração;
  • interagir ao telefone na maior parte das situações relacionadas com o trabalho.

Em situações de comunicação relativas ao estudo, os utilizadores do português são capazes de:

  • fazer uma exposição clara sobre um tema conhecido, podendo ter dificuldades em desenvolver ou explicar questões complexas ou em responder a perguntas imprevistas;
  • pedir informações/esclarecimentos, dar e justificar opiniões num seminário ou numa reunião de orientação de trabalho, embora com eventuais dificuldades.

Formato da Componente:

Esta componente realiza-se, sempre que possível, com dois candidatos ao mesmo tempo. 
Parte I: Interação entre o examinador e os candidatos sobre identificação e caracterização pessoais.
Parte II: Interação entre os candidatos a partir de estímulos e planificação de uma atividade ou resolução de um problema
Parte III: Apresentação de pontos de vista relativamente a um estímulo dado antes do exame nesta componente.

Duração: 20m com cada par de candidatos.
Pontuação: Cada componente tem uma percentagem de 25% sobre o total.

Avaliação Final:

A classificação de Muito Bom é atribuída aos candidatos que obtiverem entre 85% e 100%.
A classificação de Bom é atribuída aos candidatos que obtiverem entre 70% e 84%.
A classificação de Suficiente é atribuída aos candidatos que obtiverem entre 55% e 69%.

Horário:

Componente e Duração

Hora

Compreensão da Leitura (90 min)

 9h00

Produção e Interação Escritas (90m)

 10h45

Compreensão do Oral (40m)

 12h30

Produção e Interação Orais (20m)

Consultar o Centro de Exames

 

Propina: 125,00€ 

 

Direitos de autor © 2017 Caple - Centro de Avaliação e Certificação de Português Lingua Estrangeira. Todos os direitos reservados.