Natureza e missão

CENTRO DE AVALIAÇÃO E CERTIFICAÇÃO DE PORTUGUÊS LÍNGUA ESTRANGEIRA - unidade orgânica da FLUL

O Centro de Avaliação e Certificação de Português Língua Estrangeira - CAPLE - é, desde 31 de março de 2015, uma Unidade orgânica da Faculdade de Letras da Universidade de Lisboa, dotada de autonomia científica e desenvolvendo a sua atividade nos domínios da avaliação e da certificação da proficiência em português língua estrangeira (PLE), da formação e da investigação relevantes para aqueles domínios, reconhecidos pelo Ministério dos Negócios Estrangeiros, através do Camões, Instituto da Cooperação e da Língua, pelo Ministério da Educação, através da Direção-Geral da Educação,e pelo Ministério da Administração Interna, através do Serviço de Estrangeiros e Fronteiras.

 

CAPLE e ALTE

A Universidade de Lisboa, através do CAPLE, é membro fundador da Association of Language Testers in Europe (ALTE) e tem colaborado em muitos dos seus projetos:

O Subdiretor do CAPLE é membro eleito do Conselho Permanente da ALTE e coordenador do grupo Jovens Aprendentes.

 

CAPLE e Unidade de Política Linguística do Conselho da Europa

A colaboração do CAPLE com a Divisão de Política Linguística do Conselho da Europa é igualmente muito relevante e tem permitido o apoio à realização de ações conjuntas e à participação de representantes portugueses em grupos de trabalho de áreas associadas ao multilinguismo, diversidade cultural e promoção da inclusão social. Destacam-se os seguintes projetos:

 

CAPLE e European Centre for Modern Languages 

O CAPLE participou na investigação conducente à publicação Language Skills for Successful Subject Learning. CEFR-linked descriptors for Mathematics and History/Civics (Language Descriptors), no âmbito do programa 2012-2015 do ECML.

 

CAPLE e parcerias internas à FLUL

A partir de 2013, foi desenvolvida uma parceria com o Centro de Linguística da Universidade de Lisboa (CLUL), o Instituto de Cultura e Língua Portuguesa (ICLP) da FLUL e a Associação para o Desenvolvimento da FLUL (ADFLUL), com o objetivo de criar corpora orais e escritos de referência para o PLE, a partir de amostragens da propriedade do CAPLE (esta parceria foi apoiada pela Fundação Calouste Gulbenkian). Este projeto terá seguimento e outros projetos foram lançados em 2016, em parceria com outras unidades da FLUL e com o CIES/ISCTE. Outros projetos estão previstos, em parceria com outras universidades. 

O CAPLE está empenhado em fortalecer a componente de investigação, com vista ao fortalecimento das suas parcerias e da sua internacionalização e à constante procura de qualidade na realização da sua missão.

 

Exames de PLE

Os exames de PLE do CAPLE-FLUL, unicamente destinados a cidadãos estrangeiros, são aceites para efeitos de estudos, carreira académica, emprego, obtenção de nacionalidade portuguesa, etc., por diferentes entidades e instituições nacionais e estrangeiras. Os seis exames oferecidos (ver Exames, nesta página) avaliam a competência em português como língua estrangeira (PLE) correspondente aos seis níveis (A1 a C2) do Quadro Europeu Comum de Referência para as Línguas (QECR), independentemente do seu percurso de aprendizagem desta língua e do local onde a desenvolveram. Os exames são produzidos no CAPLE e são sua propriedade. A sua aplicação é feita na rede dos mais de 100 LAPE existentes no mundo, sob a responsabilidade dos respetivos coordenadores.

A avaliação das respostas dos candidatos bem como a publicação dos resultados e a emissão dos certificados e diplomas são assumidas pelo CAPLE. O número de exames tem aumentado ao longo dos 17 anos de existência do CAPLE. Ao todo, realizaram os exames de PLE cerca de 37.000 falantes de outras línguas, tendo 2013 sido o ano em que foi ultrapassada a fasquia dos 5.000. Os números de 2014 e 2015 correspondem a cerca de 4.500 exames, em cada ano. A procura aumentou significativamente nos últimos três anos (de novembro de 2012 a novembro a 2015), período em que se realizaram quase 50% do total de exames. Tal deve-se ao crescente número de candidatos que pretendem obter a certificação em A2, para efeitos de candidatura à aquisição de nacionalidade portuguesa (cerca de 2.000 por ano), mas também ao alargamento de parcerias estabelecidas, em Portugal, com universidades e escolas superiores de educação dos institutos politécnicos e, no estrangeiro, com universidades ou outras instituições de reconhecido mérito (em particular, aquelas que já possuem certificação, da responsabilidade de entidades congéneres do CAPLE para outras línguas.

 

CAPLE e LAPE

Os novos estatutos do CAPLE, publicados em março de 2015, permitiram criar as condições para tornar mais abrangente, inclusiva e participativa a atividade da avaliação e da certificação em PLE. Neste âmbito, e com o objetivo de se preparar para novos desafios e de solidificar o valor que os exames de PLE têm vindo a adquirir, o CAPLE-FLUL tem em curso um processo de fortalecimento das suas relações com os Locais para a Aplicação e Promoção dos Exames (LAPE)  ̶ criando condições que permitam apoiar a sua atividade de forma mais robusta, incluindo a de divulgar e promover os exames de PLE ̶ , com as instituições que os acolhem e demais entidades com as quais o CAPLE tem relações privilegiadas.

LAPE em Portugal e no estrangeiro

Em Portugal, as instituições de acolhimento dos LAPE são universidades, institutos politécnicos e escolas de línguas de reconhecida qualidade; no estrangeiro, são igualmente instituições de prestígio ligadas ao ensino das línguas, entre as quais muitas universidades (ver Locais para Aplicação e Promoção dos Exames (LAPE), nesta página).Os LAPE são preferencialmente integrados numa unidade orgânica da instituição de acolhimento que esteja associada à língua portuguesa. Assim, em muitos casos, e fazendo a instituição de acolhimento parte da rede do Camões, ICL, os LAPE estão associados aos Centros de Língua Portuguesa ,  às Cátedras Camões, ou têm um  enquadramento de Leitorado/Protocolo de Cooperação ; em alguns casos, às Coordenações do Ensino Português no Estrangeiro (CEPE), com sede em Embaixadas ou Consulados portugueses.

O CAPLE está empenhado em continuar a alargar a rede dos LAPE e a promover o aumento do número de exames. Atualmente, os LAPE existentes em Portugal correspondem a 35% do total dos LAPE e aplicam 65% do total de exames; os LAPE no estrangeiro perfazem, assim, 65% do total dos LAPE existentes e realizam 35% do total de exames.

 

 

Diretora - Maria Antónia Coelho da Mota 

Subdiretor - José F. L. Pascoal  

Técnica Superior - Milena Sousa

Horário de Atendimento: de segunda a sexta, das 09h30 às 17h30

Direitos de autor © 2017 Caple - Centro de Avaliação e Certificação de Português Lingua Estrangeira. Todos os direitos reservados.