DEPLE e DEPLE escolar

Diploma Elementar de Português Língua Estrangeira
DEPLE

O DEPLE corresponde ao nível B1 do Quadro Europeu Comum de Referência para as Línguas, do Conselho da Europa.
A descrição para este nível de referência apresenta os domínios sociais de comunicação, as situações de comunicação, os tipos de texto escritos e orais, as estratégias de comunicação, os atos de fala, os temas, as noções específicas e gerais que se prevê serem necessárias ao uso da língua nas atividades comunicativas seguidamente descritas.
As estruturas gramaticais e lexicais previstas para este nível são as necessárias à produção e compreensão adequadas aos textos orais e escritos previstos para este exame.
Os utilizadores da língua são capazes de interagir num conjunto de situações de comunicação do quotidiano, do trabalho e do estudo que requeiram um uso da língua maioritariamente previsível. 
As componentes deste exame são quatro: Compreensão da Leitura, Produção e Interação Escritas, Compreensão do Oral e Produção e Interação Orais.

Este exame tem uma versão escolar destinada a jovens com idades compreendidas entre os 12 e os 15 anos. Nesta versão, as tarefas dos exames estão adaptadas à idade dos candidatos.

Compreensão da Leitura

Em situações comunicativas do quotidiano, os utilizadores do português são capazes de:

  • identificar os vários componentes e pratos de uma ementa;
  • compreender informações/instruções constantes em impressos, anúncios, folhetos, brochuras relativas a hotéis ou para aluguer de alojamento;
  • compreender informações/instruções de rótulos de produtos alimentares e medicamentos;
  • compreender uma carta com descrições sobre pessoas/lugares ou relatos de acontecimentos e expressão de ideias/opiniões;
  • compreender o sentido geral de notícias/artigos dos jornais sobre acontecimentos da atualidade;
  • compreender textos constantes em folhetos de divulgação/ publicitários, por exemplo, de bancos;

Em situações comunicativas do domínio do trabalho, os utilizadores do português são capazes de:

  • compreender cartas ou um relatório da sua área profissional, com temática previsível, desde que disponham do tempo adequado para o fazerem;

Em situações comunicativas do domínio do estudo, os utilizadores do português são capazes de:

  • compreender globalmente textos da área de estudo, sendo o ritmo de leitura ainda lento.

Formato da componente:

Compreensão global de textos como: anúncios, artigos e notícias de jornais, revistas e brochuras, posologia de medicamentos, modo de utilização de produtos, cartas, relatórios.
São usados itens de escolha múltipla, correspondência, verdadeiro/falso
Compreensão detalhada de um texto retirado da imprensa escrita.
São usados itens de correspondência, verdadeiro/falso ou de escolha múltipla.

Duração: 30m
Pontuação: Esta componente tem uma percentagem de 25% sobre o total.

Produção e Interação Escritas

Em situações comunicativas do quotidiano, os utilizadores do português são capazes de:

  • escrever bilhetes, postais e cartas pessoais, que poderão incluir, por exemplo, a descrição de pessoas/ espaços, o relato de acontecimentos;
  • escrever mensagens (suporte electrónico ou papel) dirigidas a instituições, por exemplo, a confirmar um alojamento, a pedir informações sobre um curso;
  • preencher impressos que requeiram descrição de situações, narração de acontecimentos, como, por exemplo, um impresso de relatório de acidente;

Em situações comunicativas do domínio do trabalho, os utilizadores do português são capazes de:

  • escrever cartas da área profissional, de rotina, embora seja necessária uma revisão dos textos (eletrónica e/ou humana);
  • elaborar um curto memorando de uma reunião de trabalho;
  • escrever mensagens informais (suporte eletrónico ou papel) para colegas;

Em situações comunicativas do domínio do estudo, os utilizadores do português são capazes de:

  • tomar notas durante uma reunião, uma aula/conferência para fins meramente pessoais, recorrendo, possivelmente, ao seu registo também na língua materna;
  • tomar notas a partir de fontes escritas, embora, muito possivelmente, com inexatidões;
  • elaborar um curto resumo/sumário de uma aula.

Formato da componente:

Parte I: Produção de textos relatando acontecimentos, descrevendo situações, exprimindo opiniões ou pedindo/dando informações ou de uma carta (pessoal ou dirigida a uma instituição).
Parte II: Produção de uma mensagem/ postal

Duração: 1h
Pontuação: Esta componente tem uma pontuação de 25% sobre o total.

Compreensão do Oral

Em situações comunicativas do quotidiano, os utilizadores do português são capazes de:

  • compreender intervenções reguladoras de relações sociais: cumprimentar, agradecer, perguntar por/dar informações sobre alguém, felicitar, brindar, formular votos;
  • compreender informações ao nível da identificação e caracterização pessoal: relações familiares, profissionais, estudos, ocupação dos tempos livres, centros de interesse;
  • compreender informações/instruções sobre orientação e deslocação no espaço e informações/explicações numa visita turística;
  • compreender informações/instruções relativas a horários e datas;
  • compreender informações/explicações/instruções em situações de comunicação do domínio público relativamente a: alojamento, alimentação, compras, saúde e serviços(correios, bancos);
  • compreender informações/opiniões sobre aspetos da vida pessoal e social de um interlocutor com quem interage, sobre acontecimentos da actualidade;

Em situações comunicativas do domínio do estudo, os utilizadores do português são capazes de:

  • compreender tópicos de uma aula/seminário/ reunião;
  • compreender instruções, nas aulas, para realização de tarefas;

Em situações comunicativas do domínio do trabalho, os utilizadores do português são capazes de:

  • compreender informações/instruções de rotina;
  • compreender enunciados avaliativos sobre o processamento das tarefas.

Formato da Componente:

Audição de diálogos. 
Audição de textos informativos radiofónicos (notícias, meteorologia, difusão cultural) ou outros pedindo/dando instruções, informações ou avaliando tarefas). 
São usados itens de escolha múltipla, correspondência, verdadeiro/falso

Duração: 40m
Pontuação: Esta componente tem uma percentagem de 25% sobre o total.

Produção e Interação Orais

Em situações comunicativas do quotidiano, os utilizadores do português são capazes de:

  • intervir em trocas comunicativas geradoras de relações sociais: cumprimentar, agradecer, perguntar por alguém/responder ao solicitado, felicitar, brindar, formular votos;
  • dar informações ao nível da identificação e caracterização pessoal: relações familiares, profissionais, estudos, ocupação dos tempos livres, centros de interesse;
  • solicitar informações/instruções sobre orientação e deslocação no espaço, a pé ou de transporte público;
  • reservar alojamento por telefone e interagir na maior parte das situações comunicativas previsíveis de ocorrência durante a estada num hotel ou similar;
  • comprar produtos em espaços comerciais com serviço de balcão; negociar o preço de um produto;
  • pedir uma refeição num restaurante, solicitar informações sobre os pratos de uma ementa e sobre formas de pagamento e exprimir opiniões/fazer reclamações de um forma simples;
  • interagir em situações de rotina num banco e nos correios;
  • pedir informações simples, num posto de turismo ou numa visita guiada;
  • marcar uma consulta por telefone e dar uma explicação simples sobre um problema de saúde;
  • em situações de emergência, dar informações gerais sobre a natureza do acidente;
  • em situação de turismo, solicitar informações relacionadas com um lugar, monumento...
  • intervir numa conversa, em situação informal, sobre experiências pessoais, centros de interesse, acontecimentos da atualidade, expressando opiniões e sentimentos;

Em situações comunicativas do domínio do trabalho, os utilizadores do português são capazes de:

  • solicitar informações e fazer pedidos;
  • dar informações sobre assuntos de rotina;
  • trocar opiniões com colegas sobre questões previsíveis;

Em situações comunicativas do domínio do estudo, os utilizadores do português são capazes de:

  • solicitar informações simples relacionadas com questões administrativas ou académicas da área de estudo.

Formato da Componente:

Esta componente realiza-se, sempre que possível, com dois candidatos ao mesmo tempo. 
Parte I: Interacção entre o examinador e os candidatos sobre a identificação pessoal.
Parte II: Simulação de situações de comunicação do domínio profissional ou educativo.
Parte III: Interacção entre candidatos e candidatos e examinador a partir de um estímulo dado antes da entrevista.

Duração: 20 m com cada par de candidatos
Pontuação: Esta componente tem uma percentagem de 25% sobre o total.

Avaliação Final:

A classificação de Muito Bom é atribuída aos candidatos que obtiverem entre 85% e 100%.
A classificação de Bom é atribuída aos candidatos que obtiverem entre 70% e 84%.
A classificação de Suficiente é atribuída aos candidatos que obtiverem entre 55% e 69%.

Horário:

Componente e Duração

Hora

Compreensão da Leitura (30m)

14h30

Produção e Interação Escritas (1h)

15h15

Compreensão do Oral (40m)

16h30

Produção e Interação Orais (20m)

Consultar o Centro de Exames

 

Propina: 90,00€

 

 

Direitos de autor © 2017 Caple - Centro de Avaliação e Certificação de Português Lingua Estrangeira. Todos os direitos reservados.